HOME - ESTATÍSTICAS

 

ESTATÍSTICAS

Após ser considerada durante anos sinônimo de produto com conservantes, a lata de aço vem ganhando espaço nas prateleiras e nas despensas dos consumidores. Confira alguns números do setor.

 

LÁCTEO
Não há dúvidas de que a melhor forma de acondicionar produtos lácteos como leite em pó, leite condensado e creme de leite é na lata. Com toda a tecnologia moderna disponível, a lata continua sendo a preferida pelo setor para embalar seus produtos. Números de 2012-2013 mostram que o aço está presente nas embalagens de 57% dos leites em pó e 65% do leite condensado.

 

ÓLEOS E AZEITES

A luz é a pior inimiga do óleo de cozinha. Ao penetrar através da embalagem transparente, provoca a Reação de Rancidez Oxidativa (oxidação), a principal responsável pela degradação dos alimentos ricos em gorduras. Essa reação causa alterações indesejáveis de cor, sabor, aroma e consistência dos alimentos, além de gerar cheiro e sabor de ranço.

 

O óleo acondicionado na lata de aço não necessita de aditivos químicos. A embalagem, por ser hermética, protege os alimentos da ação nociva do oxigênio e umidade evitando que o óleo de cozinha se oxide mais rápido.  Já os óleos em embalagem transparente podem conter conservantes químicos.

 

Hoje, apenas 3% do óleo comestível é acondicionado em lata de aço por desconhecimento do consumidor das vantagens da lata de aço perante as demais embalagens. Cerca de 40% do azeite de oliva é envasado em aço de acordo com dados divulgados pela indústria em 2012.

 

DERIVADOS DE TOMATE

Diversos estudos comprovam que molhos e polpas de tomates são alimentos com consideráveis componentes nutritivos, como água, vitaminas e sais minerais. Suas substâncias fazem bem ao coração e ativam a circulação dos rins, além de serem propícias para o tratamento da anemia.

 

Só as embalagens metálicas são capazes de preservar todas as características de sabor e nutrição desse segmento.

 

A vantagem da lata de aço para a acondicionamento dos atomatodos já está mais do que comprovada. As latas são dotadas de funções de impermeabilidade a gases e vapores orgânicos, ideais para os derivados de tomate. Um molho ou extrato, por exemplo, não sofre de alteração da cor numa lata, assim como tem uma vida útil nos estoques e prateleiras bem superior às demais opções do mercado.


Cerca de 39% dos molhos de tomate e 37% do extrato são envasados em lata.

PESCADOS

A lata de aço é a embalagem mais adequada à conservação de peixes e frutos do mar. Por isso, os fabricantes de latinhas de aço mostram-se cada vez mais preocupados em atender às exigências deste mercado, que se traduzem em qualidade, segurança, beleza, praticidade e redução de custos do produto. Nas embalagens para pescados e derivados a preocupação com o frescor e a higiene é dobrada. Trata-se de um produto delicado, perecível em espaços menores de tempo e mais propenso a perdas causadas por manuseio e transporte. A lata de aço é usada como padrão de qualidade mundial e garante que o consumidor receba o produto com as mesmas características de qualidade e sabor com que foram embaladas nas fábricas.

 

 

 

Rua Rocha, 167 – Cj. 33 – Bela Vista - São Paulo - Tel: (55 11) 3842-9512 - Fax: (55 11) 3849-0392

 

Valid XHTML 1.0 Transitional CSS válido!Induz Comunicação e Design Induz Comunicação e Design